Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Escrita

A escrita tem sempre razões que fazem com que ela possa sair.

 

Por vezes as palavras bailam na cabeça mas não se ordenam de um modo que possam ser escritas.

 

Eu tenho tido muitas palavras que querem sair, mas sem saber a razão, elas só saem de um modo desordenado, de um modo que não permitem uma leitura.

 

Sinto que as estou a começar a rearrumar e estas estão a sair de um modo natural, sem esforço, pois é assim que qualquer texto deve fluir.

 

Escrevo e sorrio de satisfação por ver as palavras encadearem-se, bem arrumadas e coerentes, saindo naturalmente da ponta da caneta (este texto foi inicialmente escrito no papel) sem esforço nenhum e sem ter que pensar na palavra seguinte.

 

De um certo modo isto é um reinício do passar para palavras opiniões, pensamentos e sentimentos.

 

Vou continuar.

publicado por ZePedro às 15:44
link do post | pensamentos vossos | favorito
|
2 comentários:
De vi61 a 9 de Abril de 2010 às 09:31
ALELUIAAAAAAAAAAAA ... Já não era sem tempo...
E não foi à falta de te massacrar o juízo a perguntar quanto voltavas a escrever...
Espero que continues... agora sem interrupções...
De Anónimo a 16 de Abril de 2010 às 12:31
falas falas mas não dizes nada...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds