Segunda-feira, 7 de Agosto de 2006

O sentir e o concretizar

Com o passar do tempo começamos a reflectir nas relações humanas no que se viveu no que se sentiu e também no que se poderia ter sentido.

Neste local penso nas pessoas que encontrei e conheci por esta via electrónica, desde chats a msn e outros meios.

Encontram-se pessoas boas pessoas assim assim pessoas que não interessam é mesmo o reflexo da vida real,

Fazemos amizades, entregamo-nos, existe quem a nós se entregue existe de tudo como na vida sem net pois posso dizer que ainda desse tempo sou.

Mas por esta via tenho algo sentido, sinto que em certas situações tudo se torna rápido demais em certas relações.

Quando se começa a sentir uma sintonia de pensamentos de gostos e de sentimentos por vezes parte-se logo para uma concretização sexual entre duas pessoas sem se passar pelo passo de estar de se sentir o gesto, o olhar, a palavra.

É tão bom sentir um momento num lugar com alguém que sente como nós sem que mais nada aconteça para alem de uma mão dada ou uma simples carícia.

Mas a voragem dos tempos leva a que muita gente parta para o finalmente para a concretização máxima e absoluta da ligação entre duas pessoas sem se passar pelos passos importantes do sentir.

Por estranho que possa parecer por vezes sinto-me como se de um objecto sexual fosse que só servirei para esse fim e essa é uma sensação vazia é uma sensação de que somos quase um artefacto podendo muito mais coisas ser sentidas.

Devemos ser intensos sim mas seguindo os passos do sentir.

Pois o passo final é bem mais maravilhoso depois da caminhada.

sinto-me : Com vontade de sentir
música: Alma di Blu - Presuntos Implicados
publicado por ZePedro às 12:08
link do post | pensamentos vossos | favorito
|
21 comentários:
De FlordeLis a 7 de Agosto de 2006 às 12:28
Deveremos estar preparados para tudo.. assim como na vida real, aqui acontece um pouco o mesmo... senti-mo-nos às vezes,objectos de alguma espécie de interesse,de manipulação,alvos de maldade ou de desejo e raramente se encontram pessoas que não pensam desta forma e que encaram as relações inter pessoais com segundas intenções.Se a vida fosse perfeita,não teria qualquer tipo de interesse.. mas, tb temos o poder de avaliar esse tipo de situações e fazer as nossas escolhas.. ! e é nisso que aposto, porque sei que será isso que farás sempre... com a minha amizade podes contar, e julgo que saberás disso..
Um beijinho.

De ZePedro a 8 de Agosto de 2006 às 08:48
Aqui tambem é a vida minha amiga, apenas o modo de comunicar é diferente nada mais, aqui apenas conhecemos certas facetas das pessoas mais rapidamente tudo aquilo que as pessoas querem logo mostrar, ou mostrar ou criar é tudo bem mais rápido.
Por outro lado este conhecimento tem uma outra vantagem, quando existe sinceridade o conhecimento é feito de uma forma invertida relativamente á chamada vida real, aqui quando realmente se conhece alguem o conhecimento é feito de dentro para fora ou seja é um conhecimento bem mais puro nunca ofuscado pelo aspecto fisico das pessoas.
E sim esse conhecimento é o mais belo o que realmente mostra quem é quem.
Beijo virtual para ti
De Ana a 7 de Agosto de 2006 às 15:15
Como te compreendo Zé Pedro , como tu sinto falta dessas pequenas coisas de que falas, de olhar nos olhos da mão na mão do estar junto, só juntinho em silêncio, adoro momentos assim de silêncio, mas a vida nem sempre é como desejamos e realmente tudo acontece muito depressa o que não quer dizer que não seja sentido de forma igualmente intensa.
Neste meio dito virtual travamos conhecimento com muitas pessoas realmente, nem sempre as mais interessantes ou adequadas, cabe a cada um saber escolher com quem fala ou parte para um relacionamento de conhecimento mais profundo.
A caminhada ao longo da vida é complicada por si só e nós complicamos muitas vezes mais ainda, seria tão mais fácil , não pensar muito, viver o momento presente, sentir apenas sempre com muita intensidade.
Sinto-me feliz por poder partilhar contigo e com todos os que visitam este teu blog, os teus textos que me fazem pensar, sinto-me crescer e como tu sinto-me com muita vontade de sentir e partilhar este sentimento.
Continua, beijo
Ana
De ZePedro a 8 de Agosto de 2006 às 08:51
Nada é simples nesta vida, as opções, os relacionamentos, tudo.
Este meio muito ajuda pois pode aproximar pessoas que se calhar de um outro modo nunca se encontrariam.
Sinto-me bem feliz por este espaço te fazer bem que ele te ajude a crescer, vem sempre que desejares o espaço tanto é meu como de quem cá vem, eu apenas sou o escriba de serviço que aqui está para motivar quem por cá passa.
Beijos para ti
De Cristal a 9 de Agosto de 2006 às 10:44
Olá Zé Pedro , já li o teu post umas tres vezes e ainda não consegui encontrar as palavras certas para
o comentar... mas vou reflectir e comentar mais logo.
Beijo.
De ZePedro a 9 de Agosto de 2006 às 11:31
O comentar não tem palavras certas mas apenas o que se sente...
Mas aguardo serenamente
Beijo inspirador para ti
De FM a 9 de Agosto de 2006 às 11:48
Pezitooo ,
Por muitas vezes dei comigo a pensar e repensar nesse assunto que tu falas, o facto de te sentires, ocasionalmente como um objecto, é consequência de uma situação bastante comum e que nós nem damos por ela, devido à minha ingenuidade, também acredito que, quem provoca essa coisa não o faça por maldade, mas que aconteça inevitavelmente.
Aqui nestes espaços virtuais, quando começamos uma amizade, é porque temos algo em comum. ou porque estamos numa sala de chat e gostamos do discurso que alguém fez sobre determinado assunto, ou porque procuramos as mesmas coisas que a outra pessoa...
O facto é que, comodismo ou não, há quem adaptou a net à sua vida, ou a sua vida à net , de modo a, tudo aquilo que antes acontecia e demorava o seu tempo, agora é encurtado por truques e conversas objectivas sobre os assuntos relevantes da nossa personalidade.
Isto é, toda a fase de conhecimento e namoro, é agora feito no msn falando sobre os assuntos que achamos que podem interferir directamente na nossa vida, por isso, quando se marca o encontro, já se sabe tudo, ou quase tudo da pessoa e só nos resta fazer aquilo que não podemos fazer virtualmente.
Em relação ao que dizes sobre o conhecimento virtual ser diferente, bem... não muda muito; acho que primeiramente é o discurso que sobressai, mas assim que se troca os contactos de msn , a primeira coisa que se pergunta é logo, ''tens foto??''
Mas meu amigo, tu não deves permitir que ninguém te faça sentir objecto, muito menos sexual. Como em tudo na vida, não é por ser virtual, só deves fazer o que realmente te apetecer, e nunca o que os outros pretendem, isto é, se achas que a coisa não está a tomar o rumo que pretendes, põem um stop à cena, antes que avance até onde tu não queres.

a minha avósinha sempre me disse ''a única pessoa que merece as tuas lágrimas, é a que nunca te fará chorar.''

Beijo amigo, sem sexualidades,

FM
De ZePedro a 10 de Agosto de 2006 às 09:08
Gostei de te ler, como quase sempre gosto.
E sim não quero voltar a ser objecto nem sexual nem de qualquer outro tipo.
Gosto de viver a vida e com o tempo aprendemos a vive-la cada vez melhor.
Beijos muito mas mesmo muito amigo
De Cristal a 10 de Agosto de 2006 às 16:33
Já me inspirei , ora vamos lá.....
Sentir... quando por aqui começei a andar, influencia de uma amiga confesso, nunca pensei o que iria encontrar, encontrei gente 5 estrelas mas também encontrei gente com uma maldade incrivel e para nós
mulheres ainda pior, pensam logo olha mais uma.....
nessas alturas sinto raiva, desagrado e se pudesse entrava pelo pc dentro e imagina o resto... porrada
na certa.Mas também á aquelas pessoas que são amigas, que nos vão marcando no nosso dia a dia
atraves do chat, de um mail, etc.
Concretizar ... ainda me faltam algumas mas passo a passo vou conseguindo, sei ser paciente.
Beijos
De ZePedro a 10 de Agosto de 2006 às 16:50
Demorou mas veio
Aqui neste meio nunca se sabe o que se encontra, tem que se descobrir aos poucos somos enganados batemos com a cabeça, tudo acontece mas aos poucos seleccionamos aprendemos a conhecer
Mas depois temos outra fase julgamos que tudo sabemos e é essa a fase pior onde somos usados e enganados com mais facilidade.
Essa tambem eu já passei
Agora estou apenas observando, sentindo e deixando correr sem ilusões sem expectativas e assim coisas boas poderão acontecer
Uma palavra
Um abraço
Tanta coisa
Um amigo
Tudo pode acontecer
Não tenhas pressa nina
Deixa correr apenas
Beijo sem pressas
De fatima a 10 de Agosto de 2006 às 17:05
Olá Zé !!!


Estou de regresso ao mundo " virtual " depois de umas merecidas férias na Grécia que desde já recomendo a todos os leitores. Mas o motivo das minhas palavras é comentar o teu post que muito me tocou, tantas vezes me senti um objecto não fisicamente, pois não consentiria, mas objecto de cobiça.

Talvez por isso me tenha afastado de sentimentos em q pudesse ser usada com a simples finalidade de dar prazer.Em alguns momentos da minha vida dei por mim a achar q o amor é o pior sentimento de todos,trás tristeza, amargura e dor.Mas eu sou pessoa de pensar e reflectir, e depressa cheguei à conclusão q preferia conhecer essa tristeza,amargura e dor e ter vivido todos os momentos bons q esse amor me pode dar.

Toda a nossa vida é feita de momentos bons e menos bons, interessa é aprender a tirar partido dos bons e saber minimizar os danos colaterais dos menos bons.Aquele sentimento q falas é a conquista, hoje a cair em desuso e sendo ultrapassada pela tal recta final do culminar desses sentimentos ( o sexo ).

Como eu te entendo meu amigo, e por te entender deixo-te umas palavras q sei q tb entendes.Jito

Amizade é...
Ouvir e não julgar
Apoiar sem pressionar
Admirar as pessoas como elas são
Encorajar nos momentos certos...
Elogiar nas melhores alturas!
Por corresponderes a tudo isto, e por seres a pessoas q és...
Desejo.te o melhor de tudo
HOJE E SEMPRE!!

FF
De ZePedro a 11 de Agosto de 2006 às 09:14
Estás de regresso nina mas nunca estivestes longe de quem é mesmo amigo.
E colocastes a palavra correcta está a desaparecer o prazer da conquista o prazer de cativar ao longo do tempo com um passo de cada vez existindo apenas por parte de muita gente apenas um certo tipo de prazer imediato nada mais queimando etapas deliciosas.
Gostei imenso das tuas ultimas palavras
Beijo para ti
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaa a 10 de Agosto de 2006 às 20:23
Como concordo consigo... a inocência dos verdadeiros sentimentos só se revela depois de várias etapas... a caminhada por vezes é longa e nem sempre termina... ou melhor, termina mas não na etapa que fala... a da concretização máxima...

Eu, e muitos partilham da minha opinião, considero que o conhecimento da outra pessoa é deveras importante... e pode fazer a diferença!

Mas por outro lado... não se consegue conhecer bem alguém numa vida...

Quer fazer um curtissimo retiro num espaço Desigual e ler Recordação de um dia?

Beijos.
De ZePedro a 11 de Agosto de 2006 às 09:19
É sempre muito bom percorrer diversas etapas até uma meta se atingir quando existe a vontade de, para alem da meta, se cativar tambem.
O conhecer acaba por ser tambem uma conquista um ultrapassar de barreiras por vezes apenas mentais que existem e podem ser defesas mas que quando não se ultrapassam não se conhece.
Mas tambem nunca a totalidade se conhece e não sei se seria necessária uma ou mais vidas para lá se chegar.
E cara amiga costumo retirar-me para esse espaço Desigual como já deve ter notado mas as contribuições teem que ser pensadas para devidamente se integrarem nesse espaço, teem mesmo que ser Desiguais.
Beijo diferente
De Fenix a 11 de Agosto de 2006 às 18:02
Meu querido amigo, as tuas palavras fizeram mossa no meu coração... Fartei-me de recordar coisas que até já tinha esquecido, mas tb eu passei essa fase de m sentir usada, mas de tb usar...e na verdade não gostei nem um pouco do sentimento que ficou depois das conquistas rápidas e passageiras. No entanto não m posso esquecer que foi virtualmente que conheci a pessoa que faz parte ,neste momento, da minha vida. Fico grata ao virtual por poder ter achado quem amo e um amigo como tu. Tal como tu disseste um dia por vezes começamos ao contrário, e foi o que m aconteceu...Aquilo que eu pensava ser apenas mais uma aventura veio trazer outro significado à minha vida. Consegui fazer do virtual um aliado muito querido, conheci pessoas lindas e outras assim assim, como tudo na vida.
Eu sinto-me feliz por ter aprendido muito na vida, sei que essas experiências todas m fizeram muito bem, mesmo que na altura m tivessem dado muito amargo de boca. Hoje sinto que ultrapassei uma etapa da minha vida, estou mais madura e entendo muito melhor os sentimentos.
tenho q t agradecer por fazeres parte da minha vida como amigo e conselheiro, e por mais vezes q tu diga, não são o suficiente para compensar o que fizeste por mim...
Eu quero q sejas feliz e que um dia sintas o que esperas sentir, o romance é lindo e aconselha-se...
Força lindo, eu sempre estarei aki para o que desejares...
beijokinhas
De ZePedro a 5 de Setembro de 2006 às 09:09
Atrasado na resposta mas finalmente aqui estou, o que escrevi não era para te fazer mossa mas sim o resultado de experiencias sentidas e vividas.
Tu tivestes as tuas eu tive e tenho as minhas e num certo momento comecei a ser o que de mim dizes aí.
Que o que aqui por nós foi escrito sirva para ajudar quem lê se de tal tiverem necessidade
Beijo enorme para ti amiga
De madalena a 25 de Agosto de 2006 às 16:13
Pode-se sentir sem se concretizar e pode-se concretizar sem sentir....complicado?Talvez não... Eu já concretizei sem sentir e posso dizer que já senti sem concretizar. E também já me matei de remorsos de ter tido vontade de sentir e não chegar a concretizar.Mas isso era dantes...agora faço questão de concretizar aquilo que sinto e que sei que me vai dar gozo. Há quem diga que estas novas tecnologias tornam as "relações" impessoais. Talvez, mas nem sempre. Quando se conhece já bem alguém também aqui neste mundo dito virtual consegue-se sentir emoções e saber o que a pessoa que está do outro lado está a sentir. Falta, isso sim, aquilo que eu também acho que é muito bom e que dá imenso gozo, que é o toque, o cheiro...para mim o odor é muito importante.....E depois quem não gosta de sentir mesmo que ao de leve o toque de alguém que nos diz algo? Agora em relação ao que disseste Zé Pedro, de por vezes te sentires um objecto sexual.... Não me pareçe que tu deixes que isso aconteça, daquilo que conheço de ti. E depois vê as coisas assim: se em determinado momento as coisas avançam depressa demais e parte-se logo para o sexo e é bom, excelente, achas que isso faz com que as pessoas possam logo ser rotuladas de objectos sexuais? Eu pessoalmente não acho. Sabes, tenho saudades do tempo em que namorava e dava passeios à beira-mar de mão dada, em silêncio, porque não eram precisas palavras....Do tempo em que um simples toque fazia estremecer todo o corpo, ficar com pele de galinha..... Tenho esperança de ainda voltar a sentir essas emoções e até sei quem as poderá concretizar.... Enfim, quando se chega aos 40 e se olha para trás fica alguma nostalgia, mas nunca é tarde para se sentir e concretizar.
Sente sempre.
Concretiza sempre que possas.
Evita concretizar sem nada sentires.
Bjokas sentidas
Madalena
De ZePedro a 5 de Setembro de 2006 às 09:19
Com uns dias de atraso aqui estou a responder, dias de atraso não serão sinónimo de eu estar gravido nada disso mas adiante
Claro que se pode sentir sem concretizar e concretizar sem se sentir terei quase a certeza que é algo que já aconteceu a qualquer pessoa que le estas palavras mas o que se tem sempre que ter em conta é o que leva a que essas coisas aconteçam.
O sentir-me como objecto sexual não tem nada a ver comn a velocidade em que as coisas se podem passar por aqui na net nada disso a velocidade que pode levar a uma relação sexual muito rápida nada disso mas sim à sensação que já tive de ser apenas um objecto mal comparado com um vibrador
É a sensação de ser usado apenas para o prazer da parceira que se está completamente borrifando para o prazer que eu possa sentir isso sim é ser objecto.
E sente sente tudo isso que desejas porque os 40 não é um fim mas sim um novo principio
Beijos para ti
De lt a 1 de Setembro de 2006 às 18:28
Sentir .. as pessoas a meu ver deixaram de ver os sentimentos, sinceros que nas nossas vidas deveria existir.
Relações do sentir verdadeiro, nos nossos dias esta cada vez mais a não se ver.
As pessoas no meu ver andam um pouco a deriva na vida, sem se encontrarem a elas mesmas para saberem sentir verdadeiramente o caminho que as vai levar a concretização final.
Tambem tenho percebido nos dia que correm que amizades agora servem para tudo, já não se separa namorado/a,marido/mulher, de amigos.. falo claro daquelas amizades que se deveria chamar (AMIGOS mesmo), namorado/a,marido/mulher será outro sentir verdadeiro a que me refiro.
Cada vez mais penso que será que há alguém que sabe sentir assim.. da maneira que fala no post ??
A meu ver já estou a começar achar que não, pelo que vou percebendo da vida o ser humano já só pensa na concretização final sem a caminhada a que isso nós levaria se sentíssemos verdadeiramente essa bela e lenta caminhada.
Vou continuando a minha caminhada para ver onde me ela vai levar ...
Na sombra das palavras
De ZePedro a 5 de Setembro de 2006 às 09:26
Ainda existe quem sinta e saiba sentir sim mas a voragem dos tempos por vezes apenas faz queimar etapas nada mais
O que muitas vezes acontece tambem é uma inversão dos passos do sentir as etapas por vezes são trocadas
Temos apenas que saber qual a intensidade do nosso sentir e gerir essa intensidade de acordo com o momento
Continua na sombra das tuas palavras

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds