Terça-feira, 31 de Outubro de 2006

O tempo e a hora

Sempre que a hora muda fico com vontade de pensar no tempo.

 

É a altura exacta, pois temos o tempo solar o tempo legal e o nosso tempo.

 

O tempo solar é imutável é regido pelo sol e pelas nossas voltas ao redor dele, sempre assim foi e sempre assim será (embora os cientistas digam que existem todos os anos alterações de milionésimos de segundos mas isso para mim não conta para nada).

 

O tempo legal é tramado, é o tempo que nos faz andar a correr de um lado para o outro, é aquele que diz que estamos atrasados, que estão á nossa espera, que nos impede de fazer o que queremos em certos momentos porque é tempo de estar aqui ou ali, porque os outros também estarão, é mesmo lixado este tempo legal acaba por ser uma espécie de espartilho onde nós entramos empurrados pela sociedade onde vivemos.

 

Agora o nosso tempo, o nosso tempo acaba por ser o que sobra, é aquele que é mesmo só nosso que não tem que dar contas ao legal, ao solar e a ninguém, é quando conseguimos fazer o que realmente desejamos, que pode ser tanta coisa, pode ser ler um livro, ouvir aquela musica que se adora, estar sentado numa esplanada, vadiar sem destino, ver uma bela paisagem extasiados, estar à beira do mar e sentir a força que ele nos transmite, desfrutar um por do sol, partilhar com alguém especial um momento especial, tanta coisa mas coisas que são mesmo só nossas.

 

O NOSSO TEMPO deveria ser o maior pois é o mais importante é aquele que faz com que tenhamos vontade de ser e de estar.

 

Vamos desfrutar plenamente o nosso tempo como realmente desejamos e sermos como realmente somos e deitar para trás os estigmas, rótulos e preconceitos.

sinto-me : A usar o tempo
música: Time - Pink Floyd
publicado por ZePedro às 08:50
link do post | pensamentos vossos | favorito
|
16 comentários:
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaaa a 31 de Outubro de 2006 às 09:53
E depois ainda há aquele tempo... 'Oh tempo volta para trás...'

Eu ainda posso dizer que ... não tenho tempo!

[Beijos em si e deixe de ser tão sisudo... era bem mais divertido antes daquele ponto de ordem!]
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 08:52
O tempo volta para trás não existe mesmo, por mais que se possa desejar ele nunca volta mas por vezes seria bom que pudesse voltar.
E eu não sou sisudo ainda não fui foi tocado no ponto que faz rir...
Beijo sorridente
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaa a 31 de Outubro de 2006 às 09:55
Voltei só para o questionar...

Deixou de ter tempo para me visitar, Desigualmente, como sempre o fez?

Se sim, tem mesmo de pedir mais tempo seu ao tempo legal...

[Beijos em si]
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 08:54
Desigualmente visito mas o tempo curto tem sido para comentar, mas por lá os meus olhos sempre teem andado.
Beijo não igual ao anterior
De tics a 31 de Outubro de 2006 às 10:38
Olá JP então como o tempo me deu cá voltei a ler todo lool. Realmente este teu post é mesmo giro sim senhor gostei e tenho que concordar contigo JP o nosso tempo é o melhor que há é pena ser pouco JP não é justo isso,lool
Beijinho Jp quando tempo der volto sim
Boa continuação
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 08:55
Como vês amiga o tempo deu tempo para cá voltares
Beijo com tempo para te ler
De Maria Alfacinha a 31 de Outubro de 2006 às 14:56
Eu, exagerada me confesso !
O tempo é todo meu: o solar, o legal e o que sobra.
Nunca me sobra, mas sou forreta no tempo.
Mas ainda arranjo tempo para quem precise :-)

Beijo intemporal mas com muitoooo tempo
De Maria Alfacinha a 31 de Outubro de 2006 às 14:57
ressalva:
o solar, o legal e o que resta
(o pensamento atrapalhou-me...)
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 08:57
Entre resta e sobra a diferença não é nada grande é mesmo a mesma coisa.
Quando sentimos o tempo aparece para o que se sente e arranjamos aquele que necessitamos.
Beijo fora de tempo
De apenasMadalena a 31 de Outubro de 2006 às 14:59
Ai o tempo.... Nunca é suficiente... Queremos sempre ter mais, para podermos fazer tudo aquilo que gostariamos...
Mas que tal experimentarmos aproveitar o pouco que possamos ter para fazer o máximo possível daquilo que nos dá gozo e para o passarmos com aqueles de quem estamos mais próximos, seja de que maneira for?
Não percamos tempo a pensar no tempo que passou... Aprendamos a viver intensamente o presente e o futuro...logo se verá...
Adorei.
Bjokas gandes
Madalena
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 08:59
Temos sempre que fazer o máximo com o tempo que temos e o que passou, passou já não é nosso foi desfrutrado ou não mas passou, apenas pode ser recordado.
E vamos viver sim muito intensamente que é como se deve viver.
Beijos
De Op.Louca a 1 de Novembro de 2006 às 00:35
Passa a hora, o mês, passa o ano, " acaba " o tempo, a mania, a força, a arte, a fortaleza!!!!
E sim, pois tudo isto voa como o vento.
O tempo acaba, acaba a fama, acaba a " riqueza", a ingratidão, a dureza....Tudo acaba.
Mas nada acaba com a nossa firmeza de poder viver tudo isso intensamente, porque é esta a Lei da Natureza!
Beijinho : )
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 09:03
O tempo passa sim e muitas coisas acabam com o passar do tempo.
Mas a vontade nunca acaba
A força não acaba
A "arte" não acaba
Muita coisa não acaba
Porque vivemos intensamente
Beijo
De Angelzita a 1 de Novembro de 2006 às 20:34
O tempo é uma excelente desculpa para dizermos que algo não fizemos ...não fazemos ou não faremos...é uma forma de nos desculparmos a nós próprios pelo que não fizemos mas até gostaríamos de ter feito. O tempo quer queiramos quer não é algo que controlamos e que podemos tornar tanto mais agradável ou mais NOSSO quanto mais o entendermos....ninguém MANDA no NOSSO tempo

Claro que há aspectos que nunca mudaremos no tempo legal...e o restante tempo...o nosso....será que o usufruimos da melhor forma ? Muita gente não o faz...e eu própria muito mais poderia fazer...

Algo aprendi com este tempo que por mim passou...tentar não deixar de fazer algo que queira pelo factor tempo...porque poderá ser "tarde demais"...nunca seremos alertados...

Beijos
Angela
De ZePedro a 2 de Novembro de 2006 às 09:05
O tempo pode ser desculpa sim e acaba muitas vezes por ser uma desculpa fácil mas é tambem algo que deve ser gerido judiciosamente, para que consigamos encaixar no nosso tempo o que nos faz bem sem descurar as obrigações qua a sociedade nos obriga.
Por isso vamos mesmo viver o nosso tempo e fazer dele o que realmente desejamos.
Beijos
De Maria Luís a 27 de Fevereiro de 2008 às 03:14
Por isso mesmo é que ando por aqui a estas lindas horas. É o meu tempo. Não há nada nem ninguém para me interrompr, para me pedir seja o que fôr. Sou só eu, o pc, as minhas inseparáveis músicas e todo o universo de blogues à minha disposição. Ah! E já agora que o tempo é mesmo meu, tá na hora de um cigarrito ao som de Eric Clapton, lol.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds