Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2007

O nevoeiro

Curiosamente os fenómenos da natureza são algo que costuma inspirar palavras que acabam por ser escritas.

Tem sido uma presença constante destes dias o nevoeiro pela manhã (será de notar que a data de escrita deste texto pode nada ter a ver com a data de publicação), e o nevoeiro encontra-se associado na tradição ao aparecimento de algo desejado.

Relembro o mito do D. Sebastião.

Mas para mim o nevoeiro significa muito mais do que isso, para mim o nevoeiro é um esconder da realidade que numa observação mais lata poderá ser o meio para nos transportarmos para uma outra dimensão.

O referir uma outra dimensão nada tem a ver com novos universos ou mundos paralelos embora por vezes desse vontade de atravessar o espelho como a Alice fez num livro bem interessante.

Então o que é a nova dimensão? Não é nada de especial é apenas aquele lugar onde tudo acontece de acordo com o que sentimos.

Talvez um local que pode ser perfeito só para nós.

Mas tal como o nevoeiro esse local é efémero e basta um raio de sol para nos trazer de novo à realidade.

Acaba o difuso e aparece a nua realidade.

Mas os momentos nessa nova dimensão acabam por fazer com que acabemos por olhar para nós de um modo que nem sempre vemos e ajudam a que a nossa realidade possa ser melhorada pois existe sempre algo que podemos fazer para melhorar a nossa realidade.

Por isso gosto de vogar no nevoeiro mas não se pode vogar por muito tempo para que não se confundam desejos com realidades, apenas o tempo suficiente para que os desejos ajudem as nossas realidades.

sinto-me : desejando
música: Es una historia - Presuntos Implicados
publicado por ZePedro às 09:00
link do post | pensamentos vossos | favorito
|
7 comentários:
De apenasMadalena a 8 de Janeiro de 2007 às 11:48
E pronto, lá terei que ser outra vez a 1ª a comentar!!!
Olha até tenho receio de falar sobre este tema, sabes...
O nevoeiro sempre foi para mim, desde miúda, um enigma tão grande, uma coisa da natureza, que sempre me meteu medo... O não ver coisas ou pessoas nitidamente, o sentir aqueles como que "dedos gelados" na pele, a ideia de que irá surgir algo mau qd transpuser essa cortina branca, assim tipo mistura de fumo e vapor, mas frio... Uiiii olha já tou arrepiada!! Por isso, fico-me por aki!! E que venha o sol brilhante e quente muito depressa, please!!!! Ehehehe
Bjokas
Madalena
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaaa a 8 de Janeiro de 2007 às 19:18
Ze Pedro,

Deixou-me um tanto ao quanto confusa...

Nevoeiro, dimensão, realidade...

Dias cinzentos, pensamento, vida...?

Beijos mil em si :)
De FlordeLis a 8 de Janeiro de 2007 às 21:29
Ora vejamos esta historia do nevoeiro de uma forma diferente.
O nevoeiro para mim pode representar, uma visao conturbada da vida, uma visao torcida do que é realmente a realidade, uma nao definiçao do que estamos realmente a viver. E o sol, meu caro, a esperança, esses raios de luz que nos trazem de volta o animo, a alegria, uma paixao perdida, um clarear de ideias e reflexoes...

De Angelzita a 9 de Janeiro de 2007 às 02:06
O nevoeiro é um fenómeno que desde sempre trouxe questões por responder....é como se de repente, acordados, tudo à nossa volta desaparecesse
A forma como o descreves parece-me como que uma analogia entre o que desejarias que fosse a tua vida e aquilo que ela é..."a nua realidade" não é mais do que aquilo que segues no caminho da vida
Para mim o fugir da realidade é apenas e só um forma de a ignorarmos ou de a "querermos ignorar"....
Tu é que estás como o nevoeiro....apareces e desapareces nesse teu dito sentir algo dificil de entender
Encontra-te e tudo ficará como um lindo raio de sol que te aquecerá a "alma" e o coração
De Op.Louca a 10 de Janeiro de 2007 às 04:34
Nevoeiro....Hummmm....Agora fizeste-me lembrar as lágrimas que a nossa alma esconde...para que não caiam!! Outras vezes deslizam-nos pela face....quentes e salgadas.
Se bem que...esse nevoeiro ao qual te referes .... e em termos técnicos são gotículas de água ou cristais de gelo..ao contrário das nossas lágrimas...quentes.......muito quentes....Mas que se transformam em " Nevoeiro" quando assim o desejamos!
Eu sei ... eu sei ... Chama-me Louca

Beijinho sem " Nevoeiro" : )
De Maria Alfacinha a 11 de Janeiro de 2007 às 20:34
Ah eu gosto de nevoeiro !
Adoro perder-me nele como se passasse para uma outra dimensão onde tudo é possível...
Mas às vezes tenho gostos estranhos :-)

Beijo enevoadamente mágico
De FM a 30 de Janeiro de 2007 às 15:28
Assim que sais de casa, para a tua rotina monotona
(ou talvez não, apenas estou divagando)
ao depparares-te com o nevoeiro é como se a tua mente te levasse para outro local, onde tu comandas a nave, mas assim que aparece o raio de sol, percebes que afinal és só tu e o teu carro, a caminho do teu trabalho....
Para mim o nevoeiro matinal, congela-me os sentimentos, deixando-me apenas o desejo de voltar para a minha cama, tão confortavel e quentinha.
BJ

FM

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds