Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007

Ter consciência

Pode ser um título meio estranho mas foi algo que me veio à cabeça no passado sábado de manhã.

Passo a explicar, no referido sábado levantei-me bem cedo com a intenção de calmamente me dirigir para a zona de Grândola para ver passar a caravana do Lisboa Dakar, para quem não saiba sou um aficionado de tudo o que tem a ver com desporto automóvel à muitos anos.

Mas os meus gostos são apenas um aparte ou talvez a explicação da razão pela qual eu estava em determinado local a determinada hora do dia.

Era ainda noite e estava nevoeiro bastante por sinal, curiosamente a primeira coisa que me chamou á atenção relativamente à falta de consciência de diversas pessoas foi na área de serviço de Palmela um grupo de indivíduos a beber cerveja como pequeno-almoço aquela hora da manhã.

Continuando a rolar verifico que muita gente não sabe como se comportar na estrada, desde condutores que não tinham os faróis de nevoeiro acessos, a indivíduos que rolavam com os quatro piscas acesos o que pode induzir em erro quem se aproxima pois imagina-se que poderemos estar perto de algum perigo não assinalado conjugando com quem rolava a velocidades que me pareciam superiores ao que seria aconselhável para as condições atmosféricas.

Na realidade o conduzir com nevoeiro não terá uma velocidade determinada pois tem a ver com a visão de cada um e a capacidade de reacção tendo em conta o veículo que se conduz.

Mas mais à frente verifiquei que bastantes condutores/as não tiveram a devida consciência, dois acidentes envolvendo diversas viaturas e informação que mais alguns acabaram por acontecer.

É tão simples guiar com cautela e com a devida prudência porque é que muita gente não se assinala devidamente e quer ganhar 5 minutos ao percurso para nada?

É verdade que se deve viver a vida intensamente mas devemos ter consciência que apenas o poderemos fazer se os nossos actos não vão prejudicar terceiros, por isso tenham consciência porque mesmo se chegarmos 5 minutos mais tarde a festa far-se-á na mesma.

sinto-me : Com vontade de ...
música: Não merece
publicado por ZePedro às 10:00
link do post | pensamentos vossos | favorito
|
4 comentários:
De Helena a 11 de Janeiro de 2007 às 17:52
Ora cá tou eu outra vez.
Conduzir é um dos muitos prazeres k tenho na minha vida, mas confesso k muitas vezes o medo é o "pendura" constante durante as minhas viagens. Não k seja perfeita a conduzir pois todos cometemos erros, mas temo pelo mal k os outros condutores me podem fazer pela má condução k praticam. Seja pelo egoismo, ou pela falta de ética o facto é k a maior parte dos acidentes acontecem por uma falta extrema de consciência.
Beijo
Helena
De Maria Alfacinha a 11 de Janeiro de 2007 às 20:32
Homem !
Dedicaste 2007 à educação ?
Desta vez a cívica :-)

Beijo sem mais comentários
De FM a 30 de Janeiro de 2007 às 15:33
Pezitoooooo,
Acho que algo inevitável porque os condutores continuarão a achar que está tudo sob-control.
Isso irrita-me profundamente!
Sim, passo muitas horas na estrada, e adoro conduzir, mas sou uma autêntica medricas, ou apenas responsavel, porque não arrisco na estrada.
BJ

FM
De Maria Luís a 21 de Fevereiro de 2008 às 03:05
Como se costuma dizer, "a pressa é inimiga da perfeição". E isto não se aplica apenas à condução, mas sim a tudo o que nos rodeia.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds