Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

Horários

Esta é uma questão curiosa
Existem diversos horários na vida das pessoas, os horários biológicos, os horários de trabalho e se calhar até muitos outros horários.
O que eu posso chamar horário biológico acaba por ser aquela tendência de cada pessoa de ter um maior rendimento de trabalho a uma hora específica.
Conheço quem renda extraordinariamente bem de manhã, quem só consiga trabalhar de jeito á tarde e também quem só consiga verdadeiramente trabalhar com rendimento á noite.
Por outro lado os horários de trabalho quase nunca teem em conta a realidade do horário biológico regendo-se sim por outros imperativos de ordem económica e social.
E em termos de horários de trabalho exigem os que são rígidos e os que são flexíveis.
Logicamente que qualquer pessoa quando vai trabalhar para alguma empresa ou instituição deverá saber á partida quais serão as regras do jogo.
Pode haver controle físico e/ou electrónico, apenas controle visual, dependendo da actividade pode haver uma flexibilidade no tempo desde que as actividades estejam em dia.
Mas de qualquer modo existem as regras instituídas.
O que me leva a depois desta volta toda chegar aonde eu estava a pensar quando comecei este texto.
Em certos locais tal como aquele onde eu exerço a minha actividade existe uma máquina diabólica chamada relógio de ponto.
Pensando bem não é assim tão diabólica é apenas um registo.
E como temos um horário flexível bem como um conjunto de ferramentas que permitem as chamadas baldas ou fugas ao sistema não é nada de especial.
Mas o que me irrita solenemente são os chamados espertos/as que por exemplo logo de manhã antes das 9 vão picar o ponto e como ninguém vê desaparecem e vão á sua vida voltando ao serviço quando calhar bem como os que desaparecem á tarde e depois pela calada depois das seis vêem picar o ponto ou ainda também os que deixam o instrumento de picar com alguém e nem sequer põem os pés no serviço.
Podem-me chamar o que quiserem mas eu a essa gente fazia-lhe a folha e era uma folha azul de 25 linhas porque a desonestidade é crime seja onde for.
Pena que certos dirigentes não tenham os tomates suficientes para tal.
E com esta indignado hoje vos deixo.
 
música: Time - Pink Floyd
publicado por ZePedro às 09:03
link do post | pensamentos vossos | favorito
19 comentários:
De O Mar e amar a 10 de Janeiro de 2008 às 09:38
No fim do meu pensamento pedi desculpa a kem servia a carapuça, portanto...Kto a aprender a falar português, portanto também para si outra vez.
De Vi a 10 de Janeiro de 2008 às 10:43
NEM MERECE RESPOSTA
De O Mar e amar a 10 de Janeiro de 2008 às 11:21
Vou tratá-la por Vi uma vez que não sei o seu nome.
Não kero de maneira nenhuma que fique aborrecida comigo. Das pessoas ke aki deixaram o seu pensamento, a Vi foi a única k disse k não tinha horários fixos e portanto não concordei kuando criticou kem os tem e não os cumpre. Peço-lhe desculpa se lhe provokei algum incomodo e a minha resposta desta manhã foi por pura reinação à sua reacção. As minhas desculpas mais uma vez.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds