Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

Dia de lembrar o primeiro beijo

Hoje a caminho do trabalho ouvi na rádio que hoje se comemora o dia de lembrar o primeiro beijo.

 

Como em tempos já escrevi existem dias para tudo nesta época, mas este achei bem curioso porque me fez começar a pensar, ou melhor, a tentar recordar.

 

Mas por estranho que pareça não me consigo lembrar do meu primeiro beijo, lembro-me de beijos bem antigos acontecidos nos meus tempos de bem jovem mas não consigo situar o primeiro.

 

É provável de que dos que me lembrei algum deles tenha sido o tal primeiro mas não me deve ter deixado uma memória suficientemente forte para ter uma recordação específica.

 

Tenho lido em diversos locais que para muita gente o primeiro beijo é algo que fica marcado para sempre e que nunca é esquecido.

 

Mas para mim o primeiro mesmo de todos está obscurecido pela névoa do esquecimento.

 

Em contrapartida consigo relembrar alguns “primeiros beijos” talvez por terem tido significados bem especiais nos momentos em que aconteceram.

 

São retalhos da memória, boas memórias, embora em certos casos possam ter sido o início de algo que nem sequer interessa recordar mas nem sempre as memórias devam ser contextualizadas mas sim ficarem pelo bom do momento vivido.

 

E como as palavras são como as cerejas um tema pode sempre transformar-se noutro e dou comigo a pensar que por vezes um bom primeiro beijo dá origem a coisas menos boas.

 

Por outro lado podem existir coisas maravilhosas sem que tenha existido um único beijo.

 

Ou seja o beijo tem a sua importância sem duvida nenhuma mas não é uma condição necessária nem suficiente para que algo, e este algo é uma relação que pode ser amorosa ou não entre duas pessoas, possa dar certo.

 

Depois de uma certa vivencia que já tenho vejo o beijo como uma consequência e não como um início pois não deve existir um início num ponto que eu considero já avançado, ou melhor num ponto que é mais uma consequência de um certo tipo de aproximação.

 

Logicamente que não estou a falar do beijo chamado social na face que vale como um cumprimento.

 

Daí o eu continuar a achar que o beijo é algo muito complexo, mas que ao mesmo tempo é algo que pode ser muito maravilhoso.

Mas não me lembro mesmo do meu primeiro beijo.

publicado por ZePedro às 10:05
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pensamentos recentes

. Desejar e querer

. Dia de lembrar o primeiro...

. Dependencias

. Escutas Telefónicas

. Indignação

. Dia Mundial do Beijo

. Desodorizantes

. Escrita

. Cena do quotidiano

. Horários

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.Locais com imenso interesse

blogs SAPO

.subscrever feeds